Saiba por que Criar uma Marca e Não Registrá-la poderá ser Fatal para a sua Empresa.

Saiba por que Criar uma Marca e Não Registrá-la poderá ser Fatal para a sua Empresa.

Por Cristiane Ribeiro, CEO da UBMF

Não sei se você conhece esta história. Há mais ou menos um século o Brasil vivenciou um caso clássico de briga de marcas referente a uma simples fruta, típica da Amazônia. Os japoneses se apropriaram do nome Cupuaçu, e o registrou em escritórios japoneses, americanos e europeus. Isso queria dizer que somente os japoneses poderiam comercializar o cupuaçu com o nome “cupuaçu” dentro dos locais citados. Neste caso, o Itamarati, juntamente com o Congresso Nacional, precisou mover uma ação para derrubar este absurdo e, então, os japoneses assinaram uma carta de desistência do registro.

Com esse artigo, queremos conscientizar o empresário brasileiro de que o registro da sua marca no INPI (Instituto Nacional da Propriedade Industrial) é fundamental para garantir a sua identidade, proteção e uso exclusivo da marca em todo o território Nacional.

Segundo o wikipedia, maior enciclopédia do mundo, uma marca registrada é qualquer nome ou símbolo utilizado para identificar uma empresa, um produto, serviço ou comércio. É por meio dela que as pessoas irão identificar seu produto. Existem várias marcas conhecidas mundialmente como McDonald’s, Nike, que seu valor de mercado supera quase todo o valor do negócio em si.

Em matéria publicada no jornal O Globo, as 10 marcas mais valiosas do mundo superam trilhões de dólares. Por exemplo, a Apple, recuperou o primeiro lugar como a marca mais valiosa do mundo após o Google ter interrompido sua supremacia no ano passado, de acordo com o ranking anual BrandZ, e hoje tem valor de mercado de 247 bilhões de dólares. Em segundo lugar, vem a marca Google que vale U$ 174 bilhões.

Já a Microsoft vem em 3º. Lugar e vale no mercado 116 bilhões de dólares, seguida por IBM (94 bilhões de dólares); Visa (U$ 92 bilhões); AT&T (U$ 89 bilhões), Venizon (U$ 86 bilhões); a tão famosa Coca-Cola vale no mercado 84 bilhões de dólares e ocupa a 8ª posição; o McDonald’s em nona posição valendo U$ 81 bilhões e, por fim, o Malboro, marca de cigarros, que hoje vale no mercado U$ 80 bilhões.

Reparem que a Nike, marca também mundialmente conhecida não ficou entre as 10 mais, claro que ela ocupa boa posição e tem grande valor de mercado, mas foi superada por outras nos últimos anos, principalmente algumas do setor de tecnologia.

Que empresário não sonha em ter sua marca mundialmente conhecida, valendo milhões ou bilhões de dólares… Mas para isto acontecer, uma coisa é certa, o primeiro passo é registrá-la para, quando ela se tornar famosa, você ser o dono!

Ficou com alguma dúvida, fale conosco!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *